Translate

01 junho 2014

Fazendo um Bom Currículo

Muita gente não sabe que o currículo diz muito a respeito de si mesmo, outros não têm noção de como fazer um bom currículo – aquele que realmente vai dizer muito de você.  A impressão que o recrutador deve ter do candidato ao ler o currículo deve ser aquela que provoque nele a intensão de selecioná-lo para uma entrevista na primeira fase da seleção.


Todo esse processo é extremamente rápido; um recrutador recebe de 200 a 300 currículos por chamada (depende da região). Por este motivo você deve ter muito cuidado ao elaborar seu currículo.  Se uma empresa abre uma vaga saiba que o recrutador vai trabalhar exclusivamente focado nas características da vaga. Não adianta você ter uma boa experiência profissional se ela não se enquadra naquilo que a vaga pede, ainda que você tenha capacidade para desenvolver, com o tempo, as habilidades da vaga.
Vamos ver passo a passo a confecção de um currículo, comentando com um pouco mais de detalhes cada um destes passos.


1- Identificação

Nome: Seu nome deve ser uma dos primeiros itens a aparecer no currículo. Coloque-o no alto.
Endereço: Use o bom senso, por exemplo se você mora numa cidade como São Paulo o ideal é colocar pelo menos a zona ou bairro em que mora para que o empregador tenha noção de distância. Mas se for uma cidade razoável não há necessidade, deixe esta informação para a entrevista.
Data de Nascimento: para que seja verificada se sua idade está de acordo com certas vagas.
Estado Civil
Habilitação: Se tiver habilitação ponha a categoria (algumas vagas solicitam que a pessoa saiba dirigir).
Telefone: Coloque com DDD e caso não tenha um telefone fixo ponha seu celular ou telefone para recados (sugiro que o telefone vá perto do nome, bem grande e no alto , porque se alguém gostar de seu currículo na hora de procura-lo em meio aos outros o recrutador vai querer ver rapidamente nome e telefone).
E-mail: Crie o hábito de por o e-mail no currículo porque se ocorrer de você entregá-lo em mãos ele constará no mesmo.  Atualmente todos querem praticidade, tem empresas que notificam candidatos apenas via e-mail.

2- Objetivo Profissional

Deixe bem claro qual é seu objetivo profissional, escreva o cargo que deseja ocupar ou a área de atuação. Se você deseja ser auxiliar ou assistente administrativo ou secretária prefira por a área de atuação – administrativa que é mais generalizada e deixa suas oportunidades mais amplas.
Caso você tenha vários objetivos coloque tudo em no máximo uma linha. Por exemplo: auxiliar administrativo, recepcionista, arquivista.
3- Escolaridade ou Formação Acadêmica

No caso de graduados coloque seu curso de formação já para o ensino médio se você tiver algum curso técnico que se relacione com a vaga, especifique-o. Caso ainda vá concluir sua formação coloque a data de conclusão do curso.

4- Cursos de Aperfeiçoamento

- Tome muito cuidado neste ponto o importante é que para uma determinada vaga você coloque apenas os cursos que se relacionem com a mesma. Se você procura vaga de eletricista não há necessidade de colocar que tem curso de agricultura – nada haver!
- Não ponha na relação algum curso que não se utiliza mais.
- Caso possua curso(s) de idioma especifique se fala ou escreve de forma: básica, intermediária ou fluente. Estes cursos podem fazer a diferença em certas vagas.  Se tiver feito alguma viagem que tenha valorizado o uso desta língua, melhor ainda.

5- Experiência Profissional

- Comece citando as experiências mais recentes.
- Coloque as últimas três experiências ou as mais importantes para a vaga que está concorrendo.
- Particularmente não gosto de colocar muitos detalhes da experiência como ano de entrada e saída, motivo, salário, contato. Deixo isto para a entrevista; é preferível que o currículo seja o mais enxuto possível mesmo tendo o objetivo de informar bem quem é o candidato. Se ocupe em falar sobre o serviço que desenvolvia.
- Caso seja seu primeiro emprego destaque estágios, trabalhos feitos em feito em pequeno período de tempo remunerado ou não para ajudar o recrutador entender suas qualidades. Não ponha tantos estágios caso os tenha pois pode ser interpretado como instabilidade.
- Somente coloque pretensão salarial se for pedido na chamada de emprego.



6- Atenção, não Cometa este Erros!

- Jamais minta, você poderá ser flagrado na entrevista e corre o risco de perder uma boa oportunidade.
- Evite erros de ortografia, rasuras e sujeiras no currículo de modo geral. Ele será seu cartão de visitas.  Sempre faça uma revisão antes de finalizar a confecção do currículo e entrega-lo.
- Não envie certificados ou cartas de apresentação se não forem solicitadas. Esse primeiro momento do processo é só uma triagem.
- Não coloque abreviaturas em seu currículo.
- Não coloque número de seus documentos pessoais.
- Não coloque referências pessoais no currículo se a empresa não pediu.
- Revise, revise, revise. Envie um currículo aceitável, sem erros a seu recrutador.
- Não use o mesmo currículo para várias oportunidades, crie vários e deixe guardados em seu computador.  O que estou dizendo é que se vai concorrer a uma vaga de vendas, nas habilidades e experiências você focará somente isso. Caso seja na área administrativa as habilidades e experiências são outras, concorda?   Agindo assim você terá palavras chaves em seu currículo que o recrutador que tem outros tantos a analisar vai “passar os olhos” rapidamente e verá que poderá analisá-lo com calma mais adiante.

Termino aqui e faço votos que você use estas dicas para a confecção de um bom currículo e que o mercado de trabalho te abrace com carinho.

Janei Pereira