Translate

06 janeiro 2015

Brasil tem Grande Incidência de Raios

No último dia 29/12/14 quatro pessoas morreram em Praia Grande/SP atingidas por um raio.  Ao todo oito foram atingidas e dentre elas quatro morreram.
Entenda o que é o raio e o que realmente acontece quando uma pessoa é  atingida por ele:
O raio é um tipo de eletricidade natural e quando ocorre uma descarga atmosférica temos um fenômeno de rara beleza, apesar dos
perigos e acidentes que o mesmo pode provocar.  Sempre antes do raio vem o trovão e o relâmpago é o clarão que segue por onde o raio passou.

Geralmente ele sai das nuvens e raramente em 1% dos casos o raio sobe da terra.

A morte por raio se dá por parada cardíaca, segundo o Dr. Abrão Cury, devido a uma descarga elétrica intensa que abala o sistema elétrico do coração. Pessoas que estavam por perto e sobreviveram podem ter se salvado pelo simples fato de estarem calçando chinelos de borracha ou ainda por estarem a uma certa distância das vítimas.

Nesta foto de 2013, em uma praia de Guarujá, uma vendedora morreu logo após cair um raio no mar. Infelizmente ela estava sem chinelos de borracha e com os pés na água.  O marido estava dentro do carro e os filhos também estavam na praia mas com chinelos. 


A foto só foi possível porque um fotógrafo conseguiu fazer a foto no momento do acontecimento, foi uma raridade.

A voltagem existente entre uma nuvem carregada e a terra é de milhões de volts.  O Brasil é um dos países do mundo onde caem mais raios, segundo o Instituto de Pesquisas Espaciais são mais de 135 mortes/ano. 

O laboratório de Eletricidade Atmosférica (ELAT) prevê incidência de raios acima da média para o verão 2015, nas regiões Sul, que deverá ocorrer no fim do verão, Nordeste e Norte. Já nas regiões Sudeste e Centro-Oeste esta incidência estará levemente abaixo da média.  Essas informações são levantadas com base em dados meteorológicos e históricos e nas condições do oceano.

O tamanho do território brasileiro e o clima tropical favorecem a formação de tempestades que produzem muitos raios.

Vale a pena se lembrar de fazer algumas coisas simples na hora das tempestades para se proteger contra os raios:
  • NÃO fique em espaços muito abertos (praias, campos de futebol, terrenos extensos e outros).  Se o tempo fechar saia deles, se não der tempo se abaixe e espere uns 15 ou 20 minutos até a tempestade passar.
  • Fique longe de outras pessoas, esteja calçada(o) e não segure objetos metálicos por segurança.
  • Procure abrigo que NÃO seja debaixo de guarda sol ou árvore.




Nesta outra foto, também de 29/12/14, de Paraguaçu Paulista/SP vemos os pobres animais mortos por um raio pelo fato de terem se protegido debaixo de uma árvore na hora da chuva.





  • O melhor abrigo é dentro de um carro TODO FECHADO ou em uma casa  (o carro com os vidros fechados funciona como isolante).




Fontes: CBN Notícias / Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais